Aproximando…

Havia escrito uma crônica nova, mas o computador aqui do meu trabalho resolveu travar e como eu não tinha salvado o material acabei perdendo-o. De casa faço uma nova postagem, estou fazendo o post de hoje para avisar sobre uma reportagem que eu estou preparando e que vou postar aqui no blog, até agora dividi em 4 partes mas acho que vou acabar indo até a sexta parte, mas enfim o titulo será:

MODIFICAÇÕES CORPORAIS

Para o post não passar em branco vou deixar escrever um pouco sobre um assunto que eu estava a muito tempo querendo discutir com alguém:

O Antigo vs O Novo

ac-dc

Alguém já ouviu falar de AC/DC? Claro os australianos do AC/DC formado pelos irmãos Angus e Malcom Young, trazem um Rock n Roll dos antigos de forma intensamente foda, passaram por um hiato de 8 anos e voltaram com o álbum Black in Ice que é  totalmente ligado as raízes da banda, nunca fugindo do assunto inicial que é o Rock n Roll que eles fazem.

acdc

Durante uma entrevista sobre o álbum Black in Ice o guitarrista Angus Young foi acometido por uma pergunta que dizia, que o AC/DC lançou mais um álbum que era nada mais do que mais do mesmo, pois possuíam faixas iguais aos antigos, e ele respondeu:

“Eu nunca lancei 14 álbuns eu vivo a 14 anos fazendo um álbum”

Depois do lançamento do Black In Ice o AC/DC voltou ao top das paradas de sucesso e começou a ser novamente conhecido por novos e antigos fãs.

Airbourne

Alguém já ouviu falar de Airbourne? Sim os australianos também, esses já são bem menos conhecidos que o AC/DC mas fazem um som muito próximo dos conterrâneos, a banda apostou em um som coeso e forte, com musicas que não se limitavam a um assunto em si, e em como poderiam fazer daquilo um modo de vida. O Rock n Roll da década de 70 vivido por Kiss, Motorhead ou AC/DC pode ser sentido nas musicas do Airbourne, só que a banda é recente tendo apenas 2 álbuns nas costas e com muito potencial.

Airbourne2

Um dia desses navegando pela internet li algo falando do Airbourne, falando que eles plagiam o estilo do AC/DC, bem ninguém se veste de colegial apenas Angus Young, a sonoridade é próxima e de fácil percepção, mas me faço a pergunta, porque apostar em uma formula nova enquanto uma que existe desde a década 70 ainda está “ganhando”? Se o AC/DC não fosse tão bom sonoramente falando eles estariam pobres e putos tentando refazer álbuns e gravar musicas conceituais (vide as bandas nacionais).

Hora o som não é bom? Porque mudar, claro tem bandas que apostam em uma nova sonoridade e conseguem fazer um bom sucesso mas outras não, essa semana vi em um blog sobre os dois álbuns de uma banda chamada The Agonist, uma nova mistura um death metalcore, de inicio um som interessante, mas depois começa a ser repetitivo e chato, o rotulo não combina e muito menos é bom, algo tipo o New Metal, um negocio estranho com som diferente e que não lembra nada, sem agregar novos valores apenas tentando ser diferente dos demais.

agonist

Os críticos musicais de hoje em dia são paradoxais demais, hora dizem que a musica precisa de novos “sons”, com alicerces diferentes mas criticam o novo dizendo que misturam o novo com o velho e acabam enfiando os pés pelas mãos. Estranho isso!

Para terminar duas letras fodas para vocês curtirem:

Blackjack
Airbourne

Rollin’ the dice
Never thinkin’ twice
She took my breath away
And now it’s time to pay
I got all my money on thirteen black tonite
Yeah she’s a sweet senorita a real man eater
She ain’t gonna let me get home alive
Blackjack
She’s a hell of a thrill
Blackjack
She’s makin’ a kill
Fever runnin’ high
Got aces in my eyes
She’s got somethin’ up her sleeve
As I watch my chips bleed
I got all my money on thirteen black tonite
Yeah she’s a sweet senorita a real man eater
She ain’t gonna let me get home alive
Blackjack
She’s a hell of a thrill
Blackjack
She’s makin’ a kill
She’s a hell of a thrill
She’s makin’ a kill
She’s a hell of a thrill
She’s makin’ a kill
Blackjack
She’s a hell of a thrill
She’s makin’ a kill
She’s a hell of a thrill
She’s makin’ a kill
Blackjack
She’s a hell of a thrill
Blackjack
She’s makin’ a kill
Blackjack

 

Highway to Hell
AC/DC

Living easy, livin’ free
Season ticket, on a one,way ride
Asking nothing, leave me be
Taking everything in my stride
Don’t need reason, don’t need rhyme
Ain’t nothing I would rather do
Going down, party time
My friends are gonna be there too
I’m on the highway to hell
Highway to hell
On the highway to hell
I’m on the Highway to hell
No stop signs, speedin’ limit
Nobody’s gonna slow me down
Like a wheel, gonna spin it
Nobody’s gonna mess me ‘round
Hey Satan! Paid my dues
Playin’ in a rockin’ band
Hey Mama!Look at me
I’m on my way to the promise land.Uau!
I’m on the highway to hell
Highway to hell
On the highway to hell
I’m on the highway to hell
Don’t stop me
I’m on the highway to hell
I’m on the highway to hell
I’m on the highway to hell
On the Highway to hell
Highway to hell
I’m on the Highway to hell
On highway to hell
I’m on the highway to hell
And I’m going down all the way
I’m on the highway to hell

Links: http://www.vagalume.com.br/ac-dc/highway-to-the-hell.html

Links: http://www.vagalume.com.br/airbourne/blackjack.html

Algumas fotos da reportagem que vem por ai! Aguardem!! =D

Abraços.

8 Comentários »

  1. Lia Cavalcante Said:

    Olhai rapá, meu irmão dndo uma de filósofo ‘-‘ ADOREI mano, bem expressivo ;D E claro né, eu já sou fã dos teus post’s ;D beijin ;*

  2. Ronan Said:

    200Km/h … é uma velocidade q eu sou louca pra atingir na vera, seja numa moto ou num carro. quem sabe um dia eu chegue.
    Mas em pensamentos e na vida frenética chego a essa velocidade facil!
    acho que é por isso que nossa gereçao tem envelhecido tao rapidamente. Nos preucupamos desde cedo, temos obrigaçoes desde cedo, e muito cedo tentamos conciliar isso com a diversao, assim fazemos de tudo e mais um pouco, ultrapassando nossos limites e vivendo freneticamente.

    Parabens Leo mais uma vez pelo seu excelente trabalho!
    mais uma vez venho me indentificando muito com seus artigos e cronicas…
    abraço.

  3. Natan Said:

    Muito bacana!! Até refleti um pouco sobre a vida aki xD e as imagens ficaram iradas! Abraço skiner!

  4. Khan Said:

    Bacana o texto. Eu não vivo assim, quem sabe um dia, viverei, sou mais do tipo aleatorio, deixo os Dados decidirem a minha vida. Mas tu falando em viver intensamente, lembrei de algo que pretendo fazer um dia, jogar Roleta Russa, fico tentando imaginar o que passa na tua cabeça na hora de puxar o gatilho :D~~ Um abraço Skiner e aos meus amigos que visitam esse blog🙂

    • antimentor Said:

      Assim é muito mais prático! Roleta Russa r0x, já tentei com um 38 7 vezes com 7 balas e nao funcionou!😮

      • Khan Said:

        Eu já tentei numa mesa de Trevas… me fudi na primeira rodada😀

  5. Cortezolli Said:

    Gosto muito de saber que meus amigos se conhecem assim tão bem. Parabéns pelo texto, adorei nada consativo e que prende a gente. Bjs


{ RSS feed for comments on this post} · { TrackBack URI }

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: