Street Fighter…

Fala galera, depois de muito tempo sem postar vou espantar a poeira e voltar a postar, o trabalho tem ficando complicado muita coisa pra fazer e o vestibular da Instituição que eu trabalho chegando acaba ficando difícil postar com freqüência!

O post de hoje é sobre um dos maiores jogos de luta para vídeo game que já surgiram, com isso aproveito e respondo algumas duvidas que surgiram durante a conversa como personagens interessantes aparecem e somem do nada, etc… Bem vamos ao que interessa a todos!! Round 1!! Fight!!

streetfighter-logo-white

Street Fighter 1

Street Fighter fez pouco impacto em seu lançamento. Porém seus controles eram inovadores, com 1 joystick e 2 botões hidráulicos, que dependendo da força davam potência diferente ao golpe. Como geralmente se batia com muita força, foram trocados pelos 6 botões que se tornaram tradição na série.

O game acompanhava Ryu ou Ken Masters , duelando com 10 lutadores de 5 países. O game introduziu os golpes especiais da Bola Flamejante (Ball of Fire, Hadouken, 波動拳), Soco do Dragão (Dragon Punch, Shoryuken, 昇龍拳), e Chute Furacão (Hurricane Kick, Tatsumaki Senpukyaku, 竜巻旋風脚), que ficariam com Ryu e Ken pelo resto da série. Sagat, ainda sem a cicatriz no peito, é o chefe final do jogo.

Nesse jogo só era possível controlar os 2 personagens principais, então não existe muito o que falar do jogo, só algumas imagens mesmo!

StreetFighter1 StreetFighter-1-BMK

 

Street Fighter II

Inicialmente lançado como Street Fighter II: The World Warrior em 1991, SF II tornou-se um grande sucesso, popularizando o estilo de jogo. Controlando entre 8 jogadores (Ryu, Ken, Blanka, Zangief, Dhalsim, Guile, E. Honda, e Chun-Li, todos de países diferentes exceto os japoneses Ryu e Honda, e os americanos Ken e Guile), além de 4 chefes (Sagat, que aparecera no jogo original; Mike Bison, Balrog, e Vega). Por sinal, os três chefes "novatos" tiveram seus nomes alterados fora do Japão (o boxeador afro-americano era chamado M. Bison, parodiando Mike Tyson; para evitar processo, a Capcom rebatizou-o como Balrog, que era o nome do toureiro espanhol rebatizado Vega; que era o nome do chefe final, esse batizado como M. Bison).

Esta versão número II do street fighter também conheceu o seu sucesso através de Trilhas Sonoras bem-trabalhadas desta vez, como a melodia inspirada em elementos chineses no estágio da Chun-Li e na melodia adaptada de guitarra do estágio do Guile, sendo que todos os sons do jogo são disponíveis para escuta nos menus iniciais do jogo; é possível inclusive encontrar versões realizadas por bandas fãs na internet em piano e/ou guitarra, alguns até com letra (vocal) não-oficial.

O jogo também inovou a forçar o protagonista viajar por diferentes países através de cenários locais, como os elefantes na fase do Dhalsim, elementos japoneses nos estágios de E. Honda e Ryu (mostrando cenários tipicamente orientais) e inclusive o interior brasileiro na fase relativa ao Blanka.

Agora aprofundando um pouco mais na história do jogo:

  • Blanka

Blanka2 

Blanka estava em um avião, possivelmente acompanhado de seu pai, quando passavam por uma base da Shadaloo. O avião foi abatido, e Blanka sobreviveu à queda. Cresceu entre os animais, criando um estilo de luta selvagem autodidata e desenvolvendo a habilidade de emitir choques elétricos.

Em Street Fighter Alpha 3, o seu desenho foi novamente alterado para torná-lo menos feroz. Sua história, tal como as de outros personagens da série, serve como um precursor para os eventos de Street Fighter II. A história diz que Blanka conheceu pela primeira vez a civilização ao entrar escondido numa caçamba de um caminhão que transportava melancias.

Também é revelado que Blanka salvou um turista dos perigos da selva. Seu nome era Dan Hibiki, e eles se tornaram amigos. Quando ele pegou uma carona no caminhão de um contrabandista, Carlos (seu nome real no ocidente, Jimmy no Japão) conheceu o mundo pela primeira vez. Encontrou-se com seu velho amigo Dan, e teve uma amigável luta com ele. Eventualmente ele conheceu a "aluna" de Dan, Sakura Kasugano, e lhe prometeu um duelo. Não contente com o mundo fora da selva, Blanka retornou. Ele também parece ter sido caçado pela Shadaloo como uma potencial cobaia para experimentos, fato mostrado inclusive no filme live-action de Street Fighter (filme). Blanka fica sabendo então que a Shadaloo derrubou seu avião.

Blanka foi convidado e lutou no segundo Torneio Mundial de Lutadores, com o propósito de ficar famoso e reencontrar os remanescentes de sua família, e provavelmente lutou com Guile. Sua mãe estava assistindo, e ela o reconheceu pelas tornozeleiras que ele calçava. Ela imediatamente foi à sua procura e eles tiveram um emocionante reencontro. No término de Street Fighter II, Blanka reencontra sua mãe, Samanta. Ela revela que Blanka era conhecido como Carlos (ou Jimmy), e que sofreu um acidente de avião quando menino. Esse fato fez Blanka crescer em um ambiente selvagem, e desde o ocorrido ele viveu separado da mãe.

Em sua jornada para derrubar a Shadaloo, Blanka também enfrenta Zangief, e inconscientemente faz Zangief ajudar a destruir a Shadaloo. Ele então enfrenta Balrog, antes de lutar contra M. Bison. Após Bison ser derrotado, Blanka, Dan e Sakura trabalham juntos e destroem a arma de Bison, o Psycho Drive.

 

  • Zangief

zangief_big

Tendo sua primeira aparição em Street Fighter II Series, Zangief é um grande lutador profissional da União Soviética. Contratado por um homem chamado Erai Hito para representar seu país no II Torneio Mundial de Lutas, Zangief começa a treinar em condições extremas na Sibéria, determinado a demonstrar para todo o mundo o poder magnífico da Rússia. Então Zangief sai de seu treinamento como o Ciclone Vermelho.

Zangief é inimigo do M. Bison, porém, lutou contra Ryu e perdeu.

Zangief lutava com ursos polares na Sibéria, contra quem praticava seu golpe mais famoso: o Spinning Piledriver, depois de terem sido pegos por um ciclone enquanto realizava um giro sobre um urso. As cicatrizes que cobrem o corpo são o resultado da luta com ursos.

 

  • Dhalsim

dhalsim-20

Dhalsim (em japonês: ダルシム, Darushimu, baseado no sânscrito ധല്സിമ്) é indiano, que foi  presenteado pelo deus hindu do fogo Agni com a capacidade mística de soltar fogo pela boca, possui as famosas técnicas Yoga Fire, Yoga Flame e mais tarde, desenvolve o antiaéreo Yoga Blast.

Ele se destaca também por ter a habilidade de esticar braços, pernas, tronco e pescoço a longas distâncias. Seu alto nível de conhecimento da técnica da Yoga o permite se alongar até distâncias inacreditáveis, e além disso também permite ele se tele transportar. Adepto do hinduísmo, símbolos religiosos e elefantes compõem seu cenário, que se passa em um palácio na Índia.

Dhalsim é o único da nova geração que diz ser um mestre Yoga. Ele tem dedicado inteiramente a sua vida, mente, corpo e alma para chegar à perfeição das suas habilidades e buscado a perfeita união entre os seus poderes. Tendo vivido na solidão por muitos anos, e meditando por longos períodos da sua vida, restringindo a si mesmo a uma restrita dieta, Dhalsim conseguiu ir muito além dos seus limites e se tornou uma espécie de entidade.

Dhalsim viveu na pobreza junto com os povos da Índia. Todos estão famintos, procurando uma maneira de sair da miséria em que vivem, tanto faz seguindo o caminho do bem ou do mal. Dhalsim sabe que somente a sua meditação e preces não vão levar seu povo a nada, e mesmo vivendo com sua esposa Sally e seu filho Datta, Dhalsim odeia admitir que lutar é a única maneira de conseguir dinheiro para o seu povo, assim como trazer paz e tranqüilidade.

A meditação de Dhalsim junto com a união entre a sua mente, corpo e alma, permitiram-no atingir habilidades que muitos não podem explicar, como a de expelir fogo pela boca, alongar seus membros à proporções inimagináveis, e mandar seu corpo por um vértice de espaço e tempo, reaparecendo instantaneamente em outro lugar. No entanto, Dhalsim sente que ainda não atingiu o status de um mestre Yoga, pois sente o mal tanto no seu interior como no seu exterior. Enquanto procura a exclusão do seu mal, Dhalsim busca a sua purificação limpando o mundo do mal, assim como ajudando o seu povo, a sua consciência se tornará limpa de todas as impurezas.

 

  • Guile

guile_big

Quando era um jovem sargento, Guile aprendeu as técnicas militares de luta. Quando recrutado, tinha um porte físico muito magro, que com o tempo desenvolveu, tornando-se aos poucos o Guile Musculoso que conhecemos de jogos mais recentes. Durante este tempo, chegou a conhecer Ken Masters, de quem chegou a não gostar muito, tendo a enfrentar este, que teve que ser hospitalizado após a briga entre os dois(Ken). Guite também chega a conhecer M. Bison, e descobre este ser uma grande ameaça para seu país, nisso, devota sua vida á caçar e impedir o vilão.

Poucos anos depois, como capitão, Guile era o oficial superior de Charlie Nash (Nash na versão japonesa), de quem ficou muito amigo. Pediu que ele lhe ensinasse seu estilo de luta singular, o que Charlie concordou e fez, ainda que o temperamento forte de Guile o impedisse de ter um controle de Ki tão preciso quanto o de Charlie, fazendo com que ele tivesse que usar 2 braços para lançar o Sonic Boom, enquanto Charlie usava apenas um.

 

  • E.Honda

ehonda

E. Honda treinou sua vida inteira para se tornar o maior lutador de sumô de todos os tempos. Ele recebeu o segundo título mais alto do Ōzeki. (Em algumas versões, afirma-se erroneamente que ele alcançou o título mais alto, Yokozuna.)

Honda ficou aborrecido pelo fato de que o resto do mundo não leva o sumô a sério, e jurou que provaria que os lutadores de sumô são os maiores lutadores do mundo.

A atitude "grande e avante" o torna poderoso e popular no circuito de luta de rua. Apesar do fato de ele já ser um lutador de nível mundial, Honda continua a treinar todos os dias. Gritando em um microfone preso a caixas de som enormes que perturbam os vizinhos, ele se vangloria sobre seu apertado calendário de treinos e lutas. Ele se vangloria, mas tem um lado suave nele que se diverte: pratos "nabeyaki udon" e banhos relaxantes. O estilo de luta de Honda inclui movimentos defensivos baseados em seus ataques de palmas poderosos e poderosos agarrões. O ataque tremendo que vem de suas enormes mãos podem atravessar a defesa de um oponente facilmente. Usando seus patenteados movimentos "Hundred Hand Slap" e "Super Head Butt", Honda pode atingir muito mais rápido que seus inimigos esperam. Sua constituição é tão lendária quanto seu ego.

Edmond Honda é conhecido pelo mundo como um lutador invencível do Japão que busca por desafios em qualquer lugar, a qualquer momento. Ele aspira mostrar ao mundo a verdadeira beleza e força da arte do sumô que ele meticulosamente se tornou mestre. Ele viaja para fora do país regularmente, sempre buscando oponentes formidáveis para se testar contra eles. Foi nesse empasse que conheceu Ryu, um jovem de talento que viajava pelo mundo em busca de oponentes poderosos. E. Honda desafiou Ryu, e apesar de dominar em parte a luta, perdeu. E. Honda e Ryu ficaram bons amigos e E. Honda se admirou da postura de Ryu, indagando ter conhecido poucos com tamanha devoção. os dois chegaram a se reencontrar mais algumas vezes.

 

  • Chun-li

chunli01ps7

Seu nome vem do mandarim, e significa "Bela flor da Primavera". No anime "Street Fighter II – The Animated Movie", deixa implícito que seu sobrenome seja "Li".

Chun-Li fez sua primeira aparição na versão original de Street Fighter II como uma das oito personagens selecionáveis e a única mulher do jogo. A história de Chun-Li se concentra em sua tentativa de vingar a morte de seu pai, um agente da polícia que desaparece enquanto investigava M. Bison. Em seu final, ela consegue se vingar e volta a viver como uma mulher comum. Em Super Street Fighter II, o jogador pode escolher se Chun-Li retornará a uma vida comum ou continuará sua carreira policial.

Chun-Li retorna em Street Fighter Alpha: Warriors’ Dreams, que ocorre antes de Street Fighter II. Ela é mostrada como uma agente da Interpol, investigando M. Bison e seu cartel.

Ela retorna em Street Fighter III: 3rd Strike. Já distante das lutas, se vê forçada a voltar quando uma de suas alunas é sequestrada por Urien.

Chun-Li aparece também em Street Fighter IV. A narrativa do jogo mostra que ela está indecisa sobre os caminhos de sua vida e acaba por retornar às lutas de rua e ao seu emprego anterior.

Na série Street Fighter EX, ela é uma policial que procura por seu pai desaparecido ao invés de buscar vingança por sua morte.

 

  • Sagat

sagat-cyclops

Sagat era um garoto (embora grande) alvo de provocações de outros garotos por ser de família miserável. Sagat decidiu que iria lutar Muay Thai e aproveitar seu grande corpo para se tornar o melhor de todos os lutadores.

Quando jovem, Sagat desafiou e venceu o lutador Nuah Kahn e se tornou o Imperador do Muay Thai, conseguindo se tornar um herói nacional. Alguns anos depois, ele defendeu seu título de um lutador de Muay Thai chamado Go Hibiki, na qual um golpe de Go atingiu o olho de Sagat, inutilizando-o permanentemente. Sagat, então, ficou furioso e aplicou uma série de golpes contra Go, inclusive o seu Tiger Genocide, vencendo Go, que terminou sendo levado ao hospital e morrendo meses após, devido a gravidade dos ferimentos. O porte físico de Sagat lembra muito o personagem Tong Po do filme Kickboxer – O Desafio do Dragão, do Jean Claude Van Damme.

Meses depois, Sagat encontrou um menino que tentava desafiá-lo e parecia estar destinado a uma vida de crimes. Para evitar isso, ele o tomou para si como discípulo e lhe ensinou o mais sobre o Muay Thai. Este garoto era conhecido como Adon, e apesar de se tornar um grande lutador, as pessoas o consideravam um clone mais fraco de Sagat, o que acabou criando um certo ressentimento por parte de Adon.

 

  • Balrog (Mike Bison)

balrog

Balrog foi um grande campeão de boxe. Ele foi banido de todas as ligas oficiais de pugilismo por ferir permanentemente seus oponentes e matar um deles, além de usar constantemente movimentos ilegais – especialmente cotoveladas, cabeçadas e até golpes abaixo da cintura dos oponentes. Balrog então juntou-se à organização criminosa Shadaloo, agindo no submundo, a mando do líder, o diabólico M. Bison.

Enquanto executava pequenas incumbências, Balrog matou o elefante de Dhalsim com um único Gigaton Punch (Soco Gigaton). Em uma missão, Balrog foi enviado para eliminar Birdie; embora não soubesse por que razão, Balrog foi assim mesmo. Birdie disse-lhe sobre o Psycho Drive, e Balrog concordou em ajudá-lo, pensando que ele poderia ganhar dinheiro com isso. Quando o Psycho Drive explodiu, Balrog percebeu que ele não tinha sido pago recentemente. Quando M. Bison foi morto por Akuma, a herança da Shadaloo foi transferida para o antigo combatente. Infelizmente, nada sobrou para Balrog. Após a queda da Shadaloo, o ex-boxer tornou-se não mais do que um vagabundo nas ruas de Las Vegas, ao menos até onde se sabe.

 

  • Vega

vega-street-fighter-24710

Vega nasceu em uma família privilegiada da Catalunha, na Espanha. Por razões desconhecidas, o status financeiro de sua família diminuiu, forçando a mãe de Vega contrair dívidas. Mais maduro, Vega estudou touradas, uma tradição cultural de seu país. Depois, ele foi para o Japão e aprendeu ninjutsu, um estilo que ele acreditava se adequar à sua graça e agilidade naturais. Juntando as touradas com o ninjutsu, Vega entrou em uma gaiola de combate de um circuito, e rapidamente se tornou um dos melhores lutadores. Um dia, enquanto lutava, o padrasto de Vega matou sua mãe, porém acabou assassinado pelo próprio Vega. O incidente afetou sua mente, e ele desenvolveu uma dupla personalidade: nobre e honrado durante o dia, e sádico assassino à noite.

Devido à natureza cruel de Vega, o líder criminoso conhecido como M. Bison recrutou Vega como um de seus guardas pessoais na Shadaloo, ao lado do ex-boxeador Balrog e do ex-rei do Muay Thai, Sagat. Vega cumpria suas missões de assassinato tão bem, que foi associado à Cammy e às Dolls, assassinas da Shadaloo. Apesar de sua capacidade de gerar combates ferozes e brutais, Vega não conseguiu proteger o projeto secreto de Bison, o Psycho Drive.

Não se sabe o que Vega tem feito desde a queda da Shadaloo, embora ele ainda continua a assumir o seu lado assassino. Seguindo a ordem cronológica, depois do jogo Super Street Fighter II Turbo, Vega não mais apareceu na série Street Fighter, realizando aparições apenas em jogos não-canônicos à série e também em jogos que, apesar de realizados após Super Street Fighter II Turbo, antecederam cronologicamente este jogo, jogos estes que pertencem à série Street Fighter Zero.

 

  • Bison

streetfighter_3mbisonvirgin

Sua primeira aparição, cronologicamente falando, foi em Street Fighter Alpha, como o chefe de uma organização militar criminosa conhecida como Shadaloo (シャドルー, Shadorū), apesar de algumas séries inspiradas em Street Fighter 2 e a aparência de Bison nos primeiros jogos do mesmo sugerirem um Bison antes da série Alpha. Juntamente com o seu desejo de conquista mundial, M. Bison trabalhava no aperfeiçoamento de uma energia letal que iria aumentar exponencialmente a sua capacidade durante combates, uma energia a qual ele refere-se como Psycho Power (Poder Psíquico). Durante os acontecimentos de Street Fighter Alpha, a existência da Shadaloo chegou ao conhecimento da Interpol, que enviou Chun-Li (que possui ódio contra Bison, que tinha assassinado seu pai) para frustrar os planos de Bison. Chun-Li e M. Bison eventualmente confrontaram-se e lutaram. M. Bison derrotou Chun-Li e em seguida fugiu em seu helicóptero, enquanto ela, chorando frustrada por sua vergonhosa derrota, prometia para si mesma destruir M. Bison da mesma maneira como ele matara seu pai, e planeja uma nova luta.

Durante os acontecimentos de Street Fighter Alpha (ou Street Fighter Alpha 2), M. Bison também entrou em conflito com Rose, uma misteriosa mulher que usa o chamado Soul Power, que é o "pólo oposto" do Psycho Power, podendo assim ser considerado no caso uma "versão corrompida" do Soul Power. Este fato, bem como o fato da procura de Rose objetivar parar toda e qualquer ação de M. Bison, destruindo com isso o Psycho Power, indicam a relação próxima entre os dois, que mais tarde viria a ser revelada em Street Fighter Alpha 3.

De acordo com sua biografia oficial, sua data de nascimento é desconhecida, sem mesmo ano ou local mencionados, embora uma fonte diga que ele nasceu em março de 1991. Essa data coincide com o lançamento de Street Fighter II, embora seja altamente improvável que 1991 seja seu ano de nascimento, tendo em vista que o tempo que durou a construção da Shadaloo, o que colocaria a série Street Fighter em meados de 2021. Ele na verdade renasceu num novo corpo por aquela época depois que seu antigo corpo fora destruído na série Zero.

 

 

Esses são os personagens que existem em praticamente todos os Street Fighter que são:

  • Cammy 

 Cammy_SF_IV__10[1]

Cammy é uma das assassinas de M. Bison. Ela foi criada para ser o corpo perfeito para M. Bison. Cammy era de uma unidade altamente treinada de assassinos da Shadaloo, composta por mais doze meninas, que foram raptadas e tiveram seu DNA alterado, conhecidas como "Dolls". Seu codinome era "Killer Bee".

Ao lutar contra Dhalsim a mando da Shadaloo, ele a deixou consciente, usando seu poder de yoga e meditação (isso aconteceu no jogo Street Fighter Zero 3). Com isso, Cammy percebeu que a Shadaloo lhe fazia lavagem cerebral para controlá-la. Em algum momento, após esse acontecimento, Vega, que foi mandado para espioná-la, a achou, e eles tiveram uma luta. Nesta luta, Cammy fala para Vega se afastar, pois não queria machucá-lo e Vega perde a luta propositalmente, revelando que ele foi mandado para matá-la, pois ela estava ficando consciente de seus atos, a lavagem cerebral estava perdendo efeito aos poucos. Ela fica sem entender, pois, nunca traiu a Shadaloo.

Mais tarde, enfrenta Juni e Juli, duas Dolls, que foram mandadas para matá-la. Na sua luta, ela consegue convencê-las, assim como as outras Dolls, de que todas estavam sendo manipuladas. Ao enfrentar M. Bison, ele revela seu verdadeiro propósito, que era ser seu próximo corpo, mas como ela já possuía sua própria mente, seria descartada. Todas as Dolls neste instante se viram para M. Bison, quase resultando na morte de todas. Ele diz que, caso morresse, todas as Dolls iriam morrer junto com ele e por isso elas jamais poderão sonhar em viverem como humanas.

Cammy sente M. Bison se rastejando em sua mente mas, ela se nega a dar-lhe ouvidos. Rapidamente, Cammy parte, junto com as outras Dolls, para o Psycho Drive para se salvarem. Chun-li, que estava na base para explodi-la, vê Cammy passando rapidamente, de relance. Ao chegar no Psycho Drive, Cammy começa a operá-lo, se sacrificando, para permitir que as outras Dolls continuem vivas, pois, elas não são míseras boneca e merecem viver.

Após isso, Cammy as transporta para fora da base, perdendo a consciência. Vega a põe no Psycho Drive e logo após, a retira da base, enquanto Chun-li, Guile e Charlie destroem a base.

Depois destes acontecimentos, Cammy acorda com amnésia, na porta da Delta Red, uma divisão do MI-6 especializada em anti-terrorismo, na Inglaterra. Ela fica na tropa e treina com eles durante 3 anos até o início do torneio Street Fighter 2.

Ela começa a se lembrar que, de alguma forma, M. Bison está ligado a seu passado. Ao encontrá-lo, M. Bison lhe revela que Cammy é seu clone e que ela tinha ordens de se infiltrar na base militar da Inglaterra, mas como perdeu a memória, foi deixada sem propósito. Cammy fica chocada com a revelação e seus parceiros da Delta Red a confortam, dizendo que o que vale é o futuro e não o passado. Cammy percebe que eles estão certos e parte junto com eles.

  • Thunder Hawk

thunder_hawk_sf

Quando Thunder Hawk era um bebê, ele e os membros da sua tribo, os Thunderfoot (literalmente, Pés-de-Trovão) estavam sendo forçados a saírem das suas terras pela Shadaloo. Alguns Thunderfoot resistiram e lutaram contra a Shadaloo. Muitos foram mortos, incluindo Arroyo Hawk (o pai de Thunder Hawk), que foi assassinado por um homem chamado M. Bison. Agora, os remanescentes dos Thunderfoot vivem no México, perto das planícies do Monte Albán. T. Hawk quer nada mais do que a sua vingança contra Bison, e ações para recuperar o terreno que foi tomado de seu povo.

Muitos membros dos Thunderfoot desapareceram após os eventos com a Shadaloo, e Thunder Hawk tinha de encontrá-los. Um deles se tornou Noembelu, uma das lutadoras que sofreu lavagem cerebral de Bison (como Cammy White sofreu). Ele descobriu Noembelu, mas não se sabe se ela voltou para casa com ele ou recuperou quaisquer memórias, perdidas ao se tornar uma Doll. Também não se sabe se Thunder Hawk encontrou mais alguém da sua tribo, mas o mais provável é que não, devido ao seu novo intento contra Bison.

T. Hawk entrou no segundo World Warrior para lutar contra Bison e recuperar o que é de seu povo. Ele não sai como o grande vencedor, mas consegue recuperar a terra, que agora se encontra vazia e com um ar desolador. Determinado, T. Hawk pretende trazer de volta os Thunderfoot e tornar a terra próspera outra vez.

  • Fei Long

fei-long1 

Fei Long é uma homenagem à lenda dos filmes de Kung Fu, Bruce Lee. Não só os dois se parecem e provêm da mesma cidade, mas também Fei Long imita os gritos de Lee em batalha, e é tão furioso e um lutador ágil. Além disso, Fei Long é chinês (especificamente Cantão, região de Hong Kong), sendo um dos primeiros caracteres baseados em Bruce Lee.

Fei Long, um jovem e talentoso ator de cinema, é o mestre do Hitenryū Kung Fu. Embora lutasse nas ruas para aprimorar suas habilidades, ele chamou a atenção de um diretor de cinema, que o transformou uma sensação internacional.

Ele fez uma série de filmes de ação até entrar no segundo torneio World Warrior. Então, Fei Long percebeu que, na verdade, coreografar seu estilo de luta não é bem o que gostaria de fazer em sua vida. O lutador deixou de lado a carreira cinematográfica e desapareceu nas ruas de Hong Kong.

  • Dee Jay

365468-retrato_dee_jay_large

Conhecido como "O Cometa Meridional", Dee Jay é um jovial kickboxer,que luta acompanhando o ritmo da música. Eventualmente, ele se tornou um astro da música, mas ainda teve tempo de entrar no segundo Torneio Mundial de Lutadores, em busca de novos ritmos para suas canções.

Dee Jay é alegre, e está sorrindo constantemente, fazendo o gesto do polegar para cima. Ele veste calças laranja com tiras amareladas onde se lê em branco "MAXIMUM", e luvas laranja. Seu corte de cabelo possui um "M" de maximum em cada lado da cabeça. Dee Jay é também visto no filme animado, usando um colar caribenho.

  • Akuma

akuma

Akuma (Japonês: アクマ, Aku: Mau; Ma: demônio. Logo, Akuma: Demônio mau), conhecido no Japão como Gouki (豪鬼, "espírito forte" ou "demônio forte"). Akuma é o irmão mais novo de Gouken. Ambos eram discípulos de um lutador chamado Goutetsu, o qual lhes ensinava uma arte marcial chamada Ansatsuken, conhecida como a Arte dos Punhos Assassinos. Esta arte envolvia golpes de outras artes marciais, como Karatê, Judô e Tae Kwon Do, e ainda incluía uma poderosa técnica secreta, chamada Shun Goku Satsu. O lutador que utilizasse tal técnica seria capaz de eliminar seu oponente instantaneamente, porém corria o risco de acabar com a própria vida. Por esse motivo o Shun Goku Satsu havia sido proibido e selado por muitas gerações. Ambicioso, Akuma tinha em mente que seus ancestrais, os quais selaram a técnica mortal, eram tolos e que um verdadeiro mestre faria qualquer coisa para vencer um combate. Seu grande sonho era tornar-se o maior lutador da arte Ansatsuken de todos os tempos.

Com o passar do tempo, Akuma separou-se de seu irmão e seu mestre para treinar sozinho em uma ilha. Lá ele se dedicou ao treino árduo e aprendeu os segredos de uma fonte de força maligna chamada Satsui no Hadou. Com o sucesso de seu treinamento e o domínio do poder Satsui no Hadou (algo como Intenção Assassina), o lutador perdeu todas as emoções, desenvolveu técnicas mortais e conseguiu poderes sobre-humanos – como o teletransporte Ashura Senkuu; e o mais importante: conseguiu dominar a técnica Shun Goku Satsu, tornando se enfim um psicopata.

Mais tarde, retornando à sua terra de origem, Akuma desafia seu mestre Goutetsu. Durante a luta, viu a chance de usar a técnica proibida e matou seu mestre, de quem ele tirou o colar que atualmente usa no pescoço. No dia seguinte o lutador vai até o dojo de seu irmão Gouken e o desafia para uma luta até a morte. Este havia se tornado mestre de dois talentosos jovens, Ryu e Ken, durante os anos em que Akuma se isolou. Akuma perde a primeira luta. Humilhado, pede ao irmão que o mate, mas Gouken se recusa a fazê-lo. Utilizando o pouco que restava de sua energia, Akuma aproveita um descuido de seu irmão e o mata também utilizando o Shun Goku Satsu. O clarão provocado pela técnica proibida chama a atenção de Ryu, que corre até o dojo. Ao encontrar seu mestre morto, sai furiosamente em busca do assassino e encontra Akuma não muito longe dali. Ele então desafia Akuma, mas é facilmente derrotado. Ryu prometeu que um dia derrotaria Akuma para vingar seu mestre.

Esses são os personagens principais que sempre aparecem nos Street Fighters, então para não deixar o post gigantesco eu vou colocar apenas os personagens mais estranhos que eu acho e o porque de achar isso, então segue a lista:

  • Rainbow Mika

mika

Rainbow Mika, nome artístico de Mika Nanakawa, é uma lutadora profissional de luta livre, treinada por Yoko Harmegeddon. Seu objetivo é tornar-se a "Estrela do Ringue". Para tentar conseguir isso, Mika decidiu que iria viajar pelo mundo e batalhar com lutadores de rua famosos antes mesmo de estrear oficialmente. Durante esse tempo, ela conheceu Zangief, que lhe deu inspiração para treinar duro, para a próxima vez que eles se encontrarem.

A Mika é um personagem totalmente perdido, sem começo meio ou fim, entrou no SF para lutar, grande gancho hein, tem um indicio de gancho para a história quando ela cita o Zangief mais tirando isso nunca aparece ela perto dele ou tentando ser rival dele… Muito Perdida a Rainbow Mika!

  • Cody

sf056street-fighter-cody-posters

Cody é personagem do jogo Super Street Fighter ele treina desde os nove anos de idade. Era considerado um garoto prodígio no seu dojô, embora sua índole não fosse das melhores, uma vez que muitas vezes jogava sujo para ganhar os combates, como jogar areia nos olhos do oponente, batia com ferramentas no adversário ou mesmo esconder uma faca em seu sapato para atacar oponentes desprevenidos com ela. Cody vive em Metro City, onde se juntou com Guy e Haggar para salvar sua namorada, Jessica, da gangue Mad Gear. Apesar da Capcom tratar pouco do motivo de sua prisão, simplesmente afirma que ele se metia em brigas e foi preso por isso Ele é um loiro, que usa roupa listrada de ladrão usa algemas sapato preto ele costuma andar na rua com essas roupas de ladrão. ele tem a mão enfaixada, pele clara e como na história ele joga pedras nos personagens e também lança faca.

Outro personagem sem começo meio ou fim, o estágio dele é dentro de um presidio, mais isso não quer dizer nada, ele não tem um gancho com o SF e sim com o Final Fight, Cody quanto Guy são personagem que de nada servem para a história do Street Fighter, os famosos tapa buracos…

  • Oro

533868-sf33_oro_large

Oro é um ermitão sennin que veio do Japão para o Brasil em 1900. Ele procura algum lutador que seja digno de herdar suas técnicas de luta. Luta com um braço amarrado pois é tão forte que pode matar acidentalmente seus oponentes (exceto quando executa artes especiais específicas). Vê Ryu como o único lutador digno de herdar sua técnica. É um dos personagens mais poderosos de toda a série, rivalizando com Akuma, Gen e Gouken.

O Oro é um anime personagem, luta com um braço amarrado porque ele é tão foda que pode matar qualquer um acidentalmente, mais engraçado que em termos de jogos ele só mata batendo e suga a mesma coisa o dano dele, entretanto ele se diz super fodão… Porque? Se fosse fodão não deveria ser o último chefe?

  • Hugo

SSFIV_Hugo

Hugo é um massivo profissional de luta livre da Alemanha. Hugo é baseado em Andore, personagem inimigo de Final Fight, sendo este modelado em homenagem a André the Giant. Como Andore, Hugo veste uma camisa rosa com pintas de leopardo, combinando com calças e cinto coloridos, Hugo e Andore são ditos como sendo a mesma pessoa, sendo assim Hugo Andore. Sua agente Poison, que aparece antes e depois da luta, também foi uma personagem inimiga do mesmo jogo. Hugo reapareceria posteriormente em SNK Vs Capcom: Chaos. Em Street Fighter, desenvolve uma rivalidade com Alex.

Em 2nd Impact, Hugo é o único personagem cujo oponente final não é fixo. Em adição a Gill, Hugo também pode lutar contra Ryu, Elena ou Necro. Ele forma dupla com o rival derrotado em seu final. Em seu final em 3rd Srike, Hugo lidera o "Grande Exército da Luta Livre" (Huge Wrestling Army), um time de luta livre profissional composto dele mesmo e todos os outros personagens de 3rd Strike.

O Hugo só é um personagem massa porque ele lembra o tipo do Andore do Final Fight, mais tirando isso é um verdadeiro lixo, o cara que inventou de colocar o Hugo poderia dizer que ele criou uma rivalidade com o Zangief por exemplo para saber quem é o mais forte, algo assim porque ele entrou no SF a troco de dar uns tapas, tirando isso nada mais justifica sua presença…

  • Doctrine Dark

ddarkhr

Nascido na Alemanha, Doctrine Dark, já serviu sob as ordens de Guile com sua unidade de reconhecimento especial tático. Durante uma missão, a sua própria unidade começou a ter brigas com uma unidade rival, liderada por Rolento. A briga evoluiu para uma verdadeira batalha, com ambos recebendo pesadas baixas. Doctrine Dark foi o único membro da sua unidade que escapou. No entanto, ficou gravemente ferido emocionalmente e fisicamente. Equipado com um aparelho respiratório portátil, ele finalmente escapou do hospital e entrou na clandestinidade, só para voltar a emergir como o louco assassino psicótico Doctrine Dark. Dark acredita que Guile tenha sido o responsável pelo massacre de sua unidade e pretende matá-lo. O estilo de luta de D. Dark pode ser comparável ao de Scorpion (Mortal Kombat), com um movimento que pega o adversário e pode arrastá-lo em um combo ou eletrificá-lo. Ele também faz uso de lâminas escondidas e explosivos.

O Doctrine Dark tem um gancho que poderia ter levado ele para os outros jogos da franquia SF, ele quer se vingar do Guile, ponto, não tem pra que continuar, mais o personagem foi totalmente esquecido em meio a poeira, e parece que foi mais um tapa buraco… Triste mais D. Dark era um personagem muito interessante.

  • Garuda

garuda_big

Garuda é um demônio vestido com uma armadura de samurai que empunha uma espada escondida dentro de seu próprio corpo. Ele é uma entidade não-humana, uma compilação de almas enlouquecidas por um acúmulo de sentimentos negativos como raiva, ódio, inveja, traição e desespero. Devido a isso, Garuda é também conhecido por ser fatal, mesmo sem tomar ação. Isto é devido à sua ondas cerebrais. Sua idade, a origem exata, e estilo de luta são desconhecidos. Como a maioria dos personagens da série EX, ele não tem ligação com qualquer um dos outros personagens. Garuda luta ferozmente, sendo um dos poucos personagens no jogo cujos ataques provocam grande sangramento, fato que foi removido na versão americana do jogo.

O Garuda não tem gancho nenhum, mais tem um plot legal, que poderia ter sido melhor trabalhado para que ele fosse um lutador do SF, mais colocaram ele também como tapa buraco, estranho que Garuda era um personagem bem jogado na época que o jogo saiu! Mais é por ai mesmo… Coadjuvante…

Bem galera é isso para sanar as nossas duvidas com relação aos personagens do Street Fighter que apareceram e sumiram, para não deixar muito longo peguei os mais bizarros mais depois eu posto o resto que ficou de fora, tem muito boneco que não entrou nessa mais que logo logo eu faço a segunda parte, quem sabe de outro jogo também de luta como Soul Calibur e a pergunta que ninguém sabe responder… “Que porra é o Voldo?”

É isso ai galera até outro post! Abraços a todos que acompanham o Anoitemaisdensa!

Abraços

Anti-Mentor

3 Comentários »

  1. Natan Said:

    DÁ HADUKEN RYU!!!!!!!
    Por sinal, tu falou tanto dos outros q não falou do ryu nem do ken o.o’ é verdade q o akuma é pai do ryu? XDDD

    • antimentor Said:

      Falei só dos estranhos e estrambolicos, realmente esqueci do Ryu e do Ken… Não o AKuma é apenas o Mestre do Ryu!

  2. como o Akuma,Ryu etc,conseguiram poderes mais diabolicos?


{ RSS feed for comments on this post} · { TrackBack URI }

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: